Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Pé Descalça

Dia Mundial das Crianças: Todas Diferentes, Mas Todas com Direitos Iguais

Hoje é o dia em que celebramos com um carinho muito especial todas as crianças nas nossas vidas e todas as crianças do mundo. A nossa infância é realmente um momento especial nas nossas vidas e eu espero sinceramente que todos os adultos tenham a possibilidade de olhar para trás e relembrar esses momentos com felicidade e até alguma saudade.

 

Todos nós, independentemente da nossa nacionalidade, etnia, situação socioeconómica, temos esse direito: de ter uma infância repleta de inocência, felicidade e amor. E merecemos ainda que a nossa infância seja um momento da nossa vida bem aproveitado através da educação para que nos possamos tornar jovens e adultos com maturidade, conhecimento, e oportunidades de melhorar a nossa vida.

 

Infelizmente, nem todos vivemos essa mesma infância. As desigualdades por este mundo são inúmeras infelizmente mas não há maior injustiça do que deixar essas desigualdades terem um impacto nas vidas das nossas crianças. Podia falar de muitos exemplos de como isto acontece, infelizmente, mas escolho para hoje um que se encontra mesmo aqui em Portugal: as nossas crianças com deficiência que perdem oportunidades de educação quando as escolas não têm os recursos para cuidar delas adequadamente.

 

Colocações de professores tardias, falta de materiais apropriados e a ausência de recursos nas salas de aulas faz com que muitas destas crianças só possam começar a escola meses depois dos seus colegas, agravando assim a sua situação de exclusão social e eventual exclusão profissional.

 

Não conheço o assunto a fundo mas acho que a minha mãe fez um excelente trabalho ontem na entrevista que deu à RTP2 durante a reportagem que o Jornal 2 fez sobre esta situação. E porque sou uma filha muito babada, podem ver a reportagem aqui, que começa sensivelmente a partir do minuto 12.

Väggord med texten "Every child is a different kind of flower" - Wallstyle.fi