Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Pé Descalça

Dias 4 & 5: Split

Depois de ter passado por Zadar e Dubrovnik, a próxima paragem no nosso itinerário pela Croácia foi Split. Depois de 4 horas de autocarro e uma breve passagem pela Bósnia novamente, chegámos ao nosso destino e procurámos rapidamente o nosso apartamento.

 

Felizmente, fomos autênticas génias (sei que esta palavra não existe no feminino em português mas recuso a usar a palavra no masculino para me descrever a mim própria) a marcar as nossas estadias nesta viagem e por isso o nosso apartamento ficava mesmo perto da paragem de autocarros. Reservámos um dos Beach City Pearl Apartments onde fomos prontamente recibidas pela proprietária que também se mostrou muito flexível na nossa hora de check-out pois não tinha ninguém a entrar no apartamento no dia seguinte. Com cozinha equipada, uma casa-de-banho e um quarto/sala espaçoso, estávamos mais que preparadas para passar uma bela noite em Split!

 

Depois de arrumarmos as nossas coisas, decidimos sair para explorar. A localização perfeita do apartamento deixava-nos a 5 minutos a pé da praia e a 10 minutos do centro histórico. Passámos num supermercado para comprar comida e bebidas e depois fomos explorar a zona da marina e da praia.

 

IMG_4366.JPG

IMG_4601.JPG

IMG_4955.JPG

 

Infelizmente já era o final da tarde e já não estava calor suficiente para entrarmos na água (se bem que havia por lá uns americanos muito divertidos a nadar) mas decidimos explorar a zona da marina. Havia por lá uns bares e discotecas e decidimos que iríamos aproveitar esta noite para sairmos mesmo. Comprámos uma vodka baratíssima no supermercado e voltámos para casa para fazermos o jantar e começarmos-nos a arranjar.

 

Enfim, em jeito de resumo da noite, só vos tenho a dizer uma coisa: não comprem vodka barata na Croácia.

 

 Ouviram bem?

 

Não. Comprem. Vodka. Barata. Na. Croácia.

 

A manhã seguinte foi lenta e difícil mas lá arranjámos maneira de nos sentirmos bem o suficiente para arrumarmos as nossas coisas, comer qualquer coisa e seguir a pé para a cidade antiga para explorar a cidade histórica de Split. A parte antiga de Split é muito bonita porque é essencialmente a ruína de um palácio que serviu um pouco como os nossos castelos aqui em Portugal no sentido em que nobreza e povo coabitavam o espaço protegido pelas muralhas. Hoje em dia, sobrevive pouco do palácio por causa dos vários bombardeamentos da II Guerra Mundial e da guerra da antiga Jugoslávia. Mas o que resta é muito bonito e assim que entramos pelas muralhas, percebemos que estamos a viajar para uma outra época.

 

As caves do palácio podem ser visitadas e eu achei que valeu a pena, até porque dá para percebemos a dimensão da estrutura. Para além disso, subimos uma torre altíssima que me deu as maiores vertigens que já tive na minha vida, visitámos uma catedral, e fizemos umas comprinhas.

 

IMG_4952.JPG 

IMG_4953.JPG

IMG_4960.JPG 

IMG_4593.JPG

 O ponto alto da nossa passagem por Split, no entanto, acho que foi a nossa chegada à cidade velha quando nos deparámos com o coro a capela a cantar música típica da costa da Dalmácia. Foi das coisas mais bonitas que já tinha ouvido até então. Podem ouvir um bocadinho que eu filmei aqui:

 O que é que acharam?

 

Split foi uma cidade engraçada de visitar mas deve ter mais vida na época alta do turismo. A cidade é mais conhecida pela sua famosa praia e vida noturna, mas nós infelizmente não pudemos aproveitar bem nem uma nem outra porque ainda não era bem a época. Mas imagino que no verão as noites de Split dêem que falar!

IMG_4958.JPG

 

2 comentários

Comentar post